Waldemar da Paixão

(Mestre Raimundo Diaz)

 

Ê Waldemar da Paixão
Ê lá do Pero Vaz
Com o seu gunga vozeiro iô, iô
Tocava na rampa do cais.

Waldemar, Waldemar!
 

Ê Waldemar da Paixão

Ê lá do Pero Vaz

Com o seu gunga vozeiro iô, iô

Tocava na rampa do cais


Ê, foi grande cantador
Nas rodas de capoeira
Seu canto o mundo conquistou
Sua morte nos trouxe a tristeza.
Waldemar, Waldemar!

Ê Waldemar da Paixão

Ê lá do Pero Vaz

Com o seu gunga vozeiro iô, iô

Tocava na rampa do cais


Mestre de lindas poesias
Ê que grande cantador
Nas rodas, na Liberdade
Seu canto a capoeira embalou.

Waldemar, Waldemar!
 

Ê Waldemar da Paixão

Ê lá do Pero Vaz

Com o seu gunga vozeiro iô, iô

Tocava na rampa do cais


Eu canto e peço a Waldemar
Lá da Ilha de Maré
Da Bahia de todos os Santos
Eu canto de Goiania pedindo axé.

Waldemar, Waldemar!

Ê Waldemar da Paixão

Ê lá do Pero Vaz

Com o seu gunga vozeiro iô, iô

Tocava na rampa do cais