Incendeia

(Contra Mestre Douglas)

 

Ê incendeia, incendeia, incêndiou

Ê incendeia, incendeia, incêndiou

Abalo meu coração

O meu chão estremeceu

O sol já não brilhou

Mais quando tudo aconteceu

Tráfico no Brasil campo da mina

Daomé Benin incêndiou

Incendeia!

Ê incendeia, incendeia, incêndiou

 

Século dezoito Sinhozinho me escravizou

Mas hoje livre, eu sou um negro nagô

De um lado o berimbau e do outro o lampião

Tou preparado a roda no barracão

Incendeia!

Ê incendeia, incendeia, incêndiou

 

Mesmo que eu ande no vale das sombras

Teu cajado me consola

A bençã Deus meu Deus abençoe

Incendeia!

Ê incendeia, incendeia, incêndiou