E da nossa cor

Auê auê auê Le le le le le le le le ô

 

Auê auê auê Le le le le le le le le ô

 

Tá no sangue da raça brasilera

Capoeira !

É da nossa cor

Berimbau !

É da nossa cor

Atabaque !

É da nossa cor

E pandeiro !

É da nossa cor

Version du

Contra-Mestre Cacique, Arte Negra:

 

Ela veio da Africa pra ca,

Navigo, navigo sem parar,

E soufreu na chicote do feitor

Na senzala entao se liberto

Tá no sangue da raça brasilera

Capoeira !

É da nossa cor

Berimbau !

É da nossa cor

Atabaque !

É da nossa cor

E pandeiro !

É da nossa cor