Agua de beber, camara!

(Formado Peninha)

 

Quem quer aguá vai na fonte

Já diz o livro sagrado

Se tu quer aprender com Mestre

Tem que andar ao seu lado.

Capoeira que é bamba

Nunca da seu golpe errado.

Aguá de beber, aguá de beber, camara!

Aguá de beber, aguá de beber, camara!

Quantas gotas de orvalho

Mata a sede de um beija-flor.

Quantos beijos é preciso

Pra matar o sede do meu amor.

Não nego meu natural,

Porque eu sou sempre assim

Não desejo pra você

O que eu não quero pra mim

Aguá de beber, aguá de beber, camara!

Aguá de beber, aguá de beber, camara!

Fonte do conhecimento

E o fruto do saber

Pois sem ela eu não vivo

Eu não vou sobreviver.

Vou andando pelo mundo

Procurando Aguá pra beber

Aguá de beber, aguá de beber, camara!

Aguá de beber, aguá de beber, camara!

Aguá de beber, aguá de beber, camara!

Aguá de beber, aguá de beber, camara!

Aguá de beber, aguá de beber, camara!​

Aguá de beber, aguá de beber, camara!